Entrada de veículos de turismo é proibida em Arraial do Cabo, RJ, devido ao coronavírus


Medida foi anunciada pelo secretário de Turismo e passou a valer a partir das 5h desta segunda-feira (16). Polícia Militar e Guarda Municipal auxiliam no cumprimento do decreto que impede entrada de veículos de turismo em Arraial do Cabo, no RJ
Vinícius Pereira/Lagos Notícias
A entrada de veículos de turismo em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, está proibida para prevenção contra o coronavírus. A medida foi anunciada pelo secretário de Turismo, Olavo Carvalho, e passou a valer a partir das 5h desta segunda-feira (16).
Os veículos proibidos são ônibus de viagens, vans e similares. Os ônibus com viagens feitas pelas empresas 1001 e Salineira, além de carros de passeio não estão impedidos de entrar na cidade.
Os passeios de barco também foram cancelados.
Atividades de turismo também foram suspensas em Cabo Frio.
Agentes da Guarda Municipal e policiais militares estão no pórtico que fica na entrada de Arraial do Cabo para garantir que o decreto seja cumprido.
A Prefeitura já havia publicado, na sexta-feira (13), um decreto proibindo aglomerações em locais fechados.
Segundo o secretário, houve um aumento no número de turistas que procuraram a cidade depois do decreto do Governo do Estado que suspendeu as aulas e proibiu aglomerações.
“Isso que espantou a gente. Já temos uma quantidade de pessoas que visitam a cidade nessa época e fazem passeio de barco, são 4 mil pessoas diariamente. Com o decreto, as pessoas acham que estão de férias e a procura aumentou”, disse o secretário.
O secretário reforçou que a medida tomada pelo município foi uma atitude emergencial.
“Não estamos confortáveis em tomar essa atitude porque a gente sabe que as pessoas vivem disso aqui, mas tomamos a atitude pra proteger essas pessoas que lidam direto com o público e também os idosos”, afirmou Olavo.
Ainda segundo o secretário, serão realizadas reuniões em parceria com as secretarias de turismo de Búzios e Cabo Frio, que também são cidades muito procuradas por turistas, para buscarem juntos uma forma de proteger toda a população.
Também serão realizadas reuniões com os profissionais que trabalham na área de turismo como passeio de barco e associação comercial.
​Ainda segundo o secretário de Turismo, a partir desta terça-feira (17) uma conduta mais rigorosa será adotada.
Atividades suspensas na cidade
De acordo com a Prefeitura, além dos eventos públicos cancelados para evitar aglomerações e aulas suspensas por 15 dias a partir desta segunda-feira (16), também serão adotadas as seguintes medidas:
as aulas na rede de ensino público e privado, sem prejuízo do calendário recomendado pelo Ministério da Educação; (A compensação dos dias letivos suspensos serão oportunamente tratadas pela Administração Pública.) As atividades dos projetos Talentos da Terra e Guarda Mirim também são suspensas durante esse período;
o atendimento ao público nas repartições públicas municipais, ressalvados os serviços essenciais;
atividades coletivas e realização de eventos, que envolvam aglomeração de pessoas, ainda que previamente autorizados pelo Poder Público Municipal;
a presença de servidores em cursos externos, excetuando-se os já agendados que não permitam cancelamento, por 60 dias;
a entrada de ônibus de Turismo na cidade (exceto ônibus da Autoviação 1001 e Salineira);
todas as atividades turísticas, incluindo passeios de barco;
Veja outras notícias da região no G1 Região dos Lagos.
Initial plugin text

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *