Veja a evolução no design e nas configurações até o iPhone 11

A Apple é uma das maiores fabricantes de smartphones do mundo, com seu sistema operacional próprio, o iOS, já desenvolveu mais de 21 modelos de iPhone em 12 anos desde o seu primeiro lançamento. Dia 10 de setembro ocorrerá o lançamento do iPhone 11. Enquanto isso, veja a evolução do aparelho que mudou o mercado de celulares

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

iPhone: o primeiro modelo chegou em 2007, o
modelo tinha uma câmera de apenas 2 megapixels, memória de 4, 8 e 16 GB. A
traseira era feita de alumínio e a tela tinha apenas um botão central

iPhone 3G: no ano seguinte, um novo modelo
chegou ao mercado e as mudanças não vieram apenas no design. A parte
traseira de alumínio foi substituída por uma de plástico e era possível
escolher entre um iPhone preto para os modelos de 8 GB e branco ou preto para
os modelos de 16 GB. A câmera recebeu novos recursos e o GPS foi adicionado as
ferramentas. E em 2009, o modelo 3GS chegou nas cores preto e branco e com
capacidade de até 32 GB

iPhone 4: em 2010, o novo celular trouxe um novo modelo, com um design menos arredondado e uma parte traseira de vidro. Os botões laterais ficaram mais visíveis. Já o modelo 4s, chegou em 2011, com a opção de uma memória de 64 GB

iPhone 5: em 2012, o novo smartphone não tinha mais a opção de 8 GB, além de um design mais fino e a parte traseira substituída novamente por alumínio. Em 2013, lançou o 5s, com três novas cores, flash de LED na parte traseira e a principal mudança, o início do recurso por Touch ID

iPhone 5c: Em 2013, a Apple renovou e lançou
dois novos modelos, além do 5s, o 5c, um modelo mais barato e com os mesmos
recursos dos mais sofisticados. Disponível em cinco cores: branco, verde,
amarelo, azul e rosa, o modelo se assemelha ao 4s

iPhone 6: o smartphone que chegou em 2014, trouxe mais uma vez um novo visual, com telas maiores e aparelhos mais finos, o iPhone 6 teve mais duas versões e paletas de cores novas, como o cinza-espacial e o dourado. Em 2015, os modelos 6s, com a tela de 4,7 polegadas e 6 Plus com 5,5 polegadas, com a cor rosa ouro adicionado e com memória de até 128 GB. Além do botão de repousar/ despertar que foram acionados na linha iPhone 6

iPhone 7: nesse novo modelo, a capacidade de memória de 16 e 64 GB foram extintos, os celulares que chegaram em 2016, tem a versão de 32, 128 e 256 GB, além das cores já existentes, a cor vermelha foi vendida por tempo limitado. O 7 Plus, trouxe o primeiro modelo com câmera traseira dupla, com 12 megapixels e a volta do vidro na traseira do celular

iPhone 8: o lançamento que chegou ao mercado em
2017, trouxe pequenas mudanças, a paletas de cores diminuiu, sendo apenas 3
cores e o produto limitado na cor vermelha. A mudança também ocorreu na
capacidade de memória, os modelos 8 e 8 Plus podem ser adquiridos com 64 ou 256
GB 

iPhone X: no mesmo ano em que lançou os iPhone 8 e 8 Plus, a Apple inovou com o seu novo smartphone, trouxe um novo design para sua linha. Com a tela sem bordas e a inclusão de telas OLED, o modelo tem apenas duas cores, o prateado e o cinza-espacial. O novo iPhone também amplificou o modo de desbloqueio, além da biometria, foi adicionado o reconhecimento facial. E com esse modelo, deu início a nova geração de iPhones

iPhone XS: em 2018, a última geração de iPhone chegou com 3 novos modelos, o XS, XS Max, e o XR, uma versão mais acessível, possuí as mesmas configurações, porém tem uma paleta de cores semelhantes ao do 5c, e com capacidade de memória 64, 128 e 256 GB e uma tela de Liquid Retina, o modelo X e Xs têm a tela de Super Retina. A linha XS e XS Max são os modelos top de linha, a diferença de um para outro é o tamanho da tela, o XS tem 5,7 polegadas, já o XS Max tem uma tela de 6,5 polegadas e os dois têm a mesma capacidade de memória, de 64, 256 e 512 GB

iPhone 11: o novo smartphone será apresentado no dia 10 de setembro pela Apple em Cupertino, na Califórnia. E uma das maiores especulações para o modelo é a possível câmera tripla. Com a tendência de celulares dobráveis, a Apple deve permanecer com o mesmo design lançado em 2017, e em relação ao nome, também fica a dúvida se seguirá com a linha X ou voltará ao número

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *