Furacão Dorian: governador da Flórida suspende pedágios

Furacão Dorian em destaque na tela
Joe Skipper/Reuters – 1º/09/2019

O governador da Flórida, Ron DeSantis, anunciou neste domingo (1º) a suspensão de pedágios de algumas estradas estaduais em antecipação ao possível impacto do furacão Dorian, que tocou terra hoje nas Bahamas com categoria 5 e ventos de 295 quilômetros por hora.

Durante entrevista coletiva concedida em Tallahassee, capital do Estado, DeSantis informou a medida que abrange as estradas de Florida’s Turnpike, Alligator Alley, Sawgrass Expressway, SR 528 Beachline Expressway, SR 417 e SR 429, entre outras.

O governador pediu para a população não subestimar o potencial risco do furacão, mesmo depois que todas as previsões terem indicado que o olho do Dorian se manterá no mar, a algumas milhas do litoral, e destacou que um pequeno giro para o oeste poderia ocasionar uma grande destruição.

DeSantis afirmou que os pedágios foram suspensos para facilitar as ordens de evacuação emitidas pelas autoridades dos condados de Palm Beach, Martin, St Lucie, Brevard, Indian River, Volusia e St. John.

O republicano comparou o furacão Dorian com o que tocou terra na Flórida em 1935, justamente em um fim de semana prolongado como o atual nos Estados Unidos por causa do Dia do Trabalho, e que deixou mais de 400 mortos em todas as áreas afetadas, incluindo o estado da Geórgia.

De acordo com os meteorologistas, na bacia atlântica e quanto a potência, o Dorian se vê superado apenas pelo furacão Allan, que em 1980 chegou aos 305 quilômetros por hora e está igual ao Gilbert (1988) e ao Wilma (2005), todos com 295 quilômetros por hora.

As autoridades do Condado de Broward anunciaram hoje que as aulas de todas as escolas na terça-feira, quando o Dorian provavelmente estará perto da Flórida. Já a companhia elétrica Florida Power & Light informou que há um contingente de 16 mil operários preparados para entrar em ação se o furacão causar falta de energia. EFE

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *