Fontes russas disparam enxurrada de desinformação sobre coronavírus, diz Comissão Europeia

Vladimir Putin, presidente da Rússia, por outro lado, tem acusado inimigos externos de distribuírem informações falsas no país para causar alarde sobre pandemia. A União Europeia tem recebido uma enxurrada de desinformação sobre a epidemia de coronavírus sendo espalhada por fontes da Rússia nas últimas semana, afirmou um porta-voz da Comissão Europeia à agência Reuters nesta terça-feira (17).
Coronavírus: perguntas e respostas
Fraudes na internet usando o assunto coronavírus se intensificam
A unidade de política externa da Comissão Europeia intensificou o monitoramento da questão, e também identificou e expôs as atividades de desinformação desempenhadas pelas fontes russas, afirmou o porta-voz.
Esta foi a mais recente de uma série de alegações de governos ocidentais de que a Rússia está usando técnicas de desinformação on-line para tentar influenciar eleitores.
O presidente russo, Vladimir Putin, por sua vez, tem acusado inimigos externos de atacarem o país com notícias falsas para disseminação de pânico sobre a pandemia de coronavírus.
A Corte Constitucional da Rússia decidiu, nesta segunda (16), que são válidas e estão de acordo com a lei as propostas de mudança na Constituição que permitem ao presidente Vladimir Putin permanecer no poder até 2036.
Desde que a doença foi declarada uma pandemia, houve aumento na circulação de golpes cibernéticos ligados à doença. Esses golpes se aproveitam da busca por informações referentes ao vírus e à doença Covid-19, usando mapas, aplicativos e e-mails para disseminar ladrões de senhas e outros códigos maliciosos.
Initial plugin text

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *