Estado da Geórgia, nos EUA, adia primárias por causa do coronavírus


Votação que aconteceria em 24 de março foi transferida para 19 de maio. Estado é o segundo a adotar medida, após a Louisiana. Eleitor vota nas primárias do Partido Democrata no Missouri, EUA, em 10 de março
Colter Peterson/St. Louis Post-Dispatch via AP
A Geórgia, nos Estados Unidos, se tornou neste sábado (14) o segundo estado a adiar suas primárias eleitorais para tentar conter a disseminação do coronavírus. Prevista para acontecer no dia 24 de março, a votação foi transferida para 19 de maio.
A Geórgia, que até este sábado tinha 66 casos de Covid-19 e uma morte causada pela doença, segue uma ação adotada inicialmente pela Louisiana, que transferiu suas primárias de 4 de abril para 20 de junho.
As entidades eleitorais da Geórgia informaram ao jornal “The Atlanta Journal-Constitution” que, até agora, mais de 279 mil pessoas já tinham votado antecipadamente desde 2 de março. Esses votos serão contados em maio.
O estado terá prévias do Partido Republicano, apesar de Donald Trump ser candidato único, e do Partido Democrata, com disputa entre Joe Biden e Bernie Sanders.
Delegados democratas atribuídos até o dia 14 de março
G1 Mundo
Na manhã deste sábado, o governador Brian Kemp decretou emergência de saúde pública no estado, e fez uma recomendação para que os cidadãos evitassem grandes aglomerações.
Initial plugin text

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *