Em meio à crise de coronavírus, quatro estados mantêm primárias nos EUA


Governador Mike DeWine, de Ohio, tentou adiar votação, mas juiz não permitiu. Joe Biden lidera pesquisas com grande vantagem sobre Bernie Sanders em Arizona, Flórida, Illinois e Ohio; juntos, estados irão atribuir 577 delegados. Eleitores votam antecipadamente nas primárias em Medina, Ohio, na segunda-feira (16). O governador do estado pediu o adiamento das prévias até 2 de junho por causa do coronavírus
Reuters/Aaron Josefczyk
Apesar do temor causado pela pandemia de coronavírus, quatro estados nos Estados Unidos mantiveram suas primárias eleitorais, marcadas para esta terça-feira (17): Arizona, Flórida, Illinois e Ohio. Neste último, o governador Mike DeWine recomendou o adiamento da votação, mas o pedido não foi aceito pelo juiz Richard Frye.
No total, esta terça irá atribuir 577 delegados, distribuídos da seguinte maneira:
Arizona – 67 delegados
Flórida – 219 delegados
Illinois – 155 delegados
Ohio – 136 delegados
O ex-vice-presidente e pré-candidato democrata Joe Biden, durante evento de campanha em Wilmington, Delaware, no dia 12 de março
Reuters/Carlos Barria
Adiamento
Em uma série de tuites publicados na segunda-feira, DeWine disse que não faria sentido pedir que as pessoas permaneçam em casa, mas também querer que elas saiam para votar. “Estou fazendo esta recomendação porque devemos cuidar daqueles que irão trabalhar nas sessões eleitorais”, acrescentou.
O estado de Ohio registrou, até segunda-feira, 50 casos de contaminação pelo coronavírus. Também na segunda, o presidente Donald Trump anunciou determinações mais rigorosas para lidar com a pandemia, inclusive pedindo que se limitem reuniões a grupos de 10 pessoas.
Os estados de Louisiana e Geórgia já adiaram suas primárias eleitorais por causa do coronavírus. Nesta terça, o estado de Kentucky anunciou que irá pedir um adiamento de 19 de maio para 23 de junho.
A sugestão do governador era de que Ohio não tivesse uma votação presencial, mas que seus eleitores pudessem votar pelos correios até o dia 2 de junho. Aqueles que já votaram antecipadamente teriam seus votos somados também nesse dia.
O senador e pré-candidato democrata Bernie Sanders, durante entrevista coletiva em Burlington, Vermont, no dia 11 de março
Reuters/Lucas Jackson
Assim como nos outros três estados que realizam suas primárias nesta terça, Joe Biden lidera com folga também ali. A maior vantagem do ex-vice-presidente sobre Bernie Sanders é na Flórida, onde a média de pesquisas do site RealClearPolitics aponta 64,7% a 25,7%. Em seguida vem Illinois, com uma diferença de 60% a 30,5%. Em Ohio os números são 57,5% a 35% e no Arizona a vantagem é de 51,7% a 33,7%.
Na média nacional de pesquisas, Joe Biden aparece com 56,4% das preferências de voto, contra 33,2% para Bernie Sanders.
No domingo, os dois candidatos participaram de um debate na TV, onde o assunto dominante foi o combate ao coronavírus. Durante o evento, Biden se comprometeu ainda a escolher uma mulher para ser sua companheira de chapa, como candidata à vice-presidência.
Delegados democratas atribuídos até 16 de março
G1 Mundo
Calendário da eleição presidencial dos EUA 2020
Roberta Jaworski/G1
Initial plugin text

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *