Preço do aluguel residencial sobe acima da inflação em fevereiro


Entre as 11 capitais monitoradas, sete apresentaram alta acima da inflação, como Brasília (+1,24%) registrando a maior elevação, seguida por Salvador (+0,85%) e São Paulo (+0,70%). Prédios
Reprodução/TV Integração
O preço médio dos novos contratos de aluguéis residenciais anunciados em 25 cidades brasileiras acelerou de 0,38% em janeiro para 0,51% em fevereiro, de acordo com o Índice FipeZap de Locação Residencial, divulgado nesta terça-feira (17). Com esse resultado, o preço médio do aluguel subiu acima da alta de 0,25% da inflação oficial de fevereiro, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
Entre as 11 capitais monitoradas, sete apresentaram alta acima da inflação, como Brasília (+1,24%) registrando a maior elevação, seguida por Salvador (+0,85%) e São Paulo (+0,70%). Em apenas duas capitais houve queda no preço do aluguel: Fortaleza (-0,86%) e Porto Alegre (-0,13%).
Nas capitais com maior peso no índice, Rio de Janeiro (+0,39) e São Paulo (+0,70), o valor dos imóveis também subiram acima da inflação.
Preço médio por metro quadrado
Já o preço médio do aluguel encerrou o primeiro bimestre de 2020 em R$ 30,06 por metro quadrado (m²). Já entre as 11 capitais monitoradas, São Paulo se manteve como a capital com o preço médio de locação residencial mais elevado (R$ 40,01), seguida pelo valor médio registrado em Brasília (R$ 31,19) e no Rio de Janeiro (R$ 30,70).
Entre as capitais com menor valor de locação residencial, destacaram-se: Fortaleza (R$ 17,18), Goiânia (R$ 17,30) e Curitiba (R$ 21,18).

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *