black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Caros leitores, digníssimas leitoras: um dos pontos centrais que notamos na nossa epopeia em Lisboa, foi que grande parte das montadoras está apostando as suas fichas no conceito de mobilidade. O famigerado MaaS (Mobilidade como Serviço).

E qual é o paranauê do negócio?

O ponto central não é só ofertar o veículo para o consumidor. Mas, sim, dar a melhor opção de mobilidade. Neste cenário, tivemos o acordo operacional entre a DOTT e a FREE NOW.

A FREE NOW é a plataforma multimobilidade líder da Europa – em resumo, é uma versão “tunada” do UBER – onde os principais acionistas são os alemães BMW e Daimler, que já atuam em mais de 9 países europeus. Já a DOTT, é o sonho de consumo de grande parte dos “faria limers” com as suas bicicletas e patinetes elétricos.

Em geral, todos os veículos da DOTT (bicicletas e patinetes) estarão disponíveis no aplicativo das montadoras alemãs (FREE NOW). Ainda dentro de uma visão mais ecológica que é o mantra em toda a Europa (vide COP26), o objetivo deles é: “…tornar o mais simples possível para as pessoas escolherem transportar-se da forma mais sustentável e ambientalmente responsável na sua cidade. A nossa parceria com a Free Now permitirá a mais pessoas acederem aos nossos serviços, ajudando a libertar as cidades da poluição e congestionamento…”, segundo palavras do cofundador da DOTT, Henri Moissinac.

Isso faz parte da estratégia central da FREE NOW, que já havia anunciado uma meta para lá de ousada! Eles querem ter, até 2030, 100% das suas viagens livres de emissões, conforme detalharam no programa: Move to Net-Zero.

O que é lindo e maravilhoso! Mas, aí, o executivo da empresa (CPO – James Brooke), matou qual é o pulo do gato!

Tem toda aquela parte legal (correta de ser) onde ele disse algo como:

“…É importante para nós reduzir as emissões de CO² para zero…” ou então “..Há muito trabalho a fazer. Definitivamente temos objetivos muito agressivo,s e acredito que estamos no caminho certo para atingir a meta de 2025, que é conseguir que metade das viagens sejam feitas em veículos elétricos…”

Mas, afinal: não existe almoço de grátis. E aí ele finaliza contando qual é o grande objetivo que a Daimler e a BMW possuem em investir pesadamente na FREE NOW:

“…Podemos oferecer preços muito atrativos no financiamento de veículos elétricos e podemos apoiar os nossos motoristas a fazer essa transição…” (grifo nosso).

Entendeu? E, tendo uma Daimler e uma BMW por trás do aplicativo queridinho da Europa, isso faz todo o sentido.

A própria PEUGEOT já faz isso com o seu FREE 2 MOVE. Eu posso alugar um carro; pedir um veículo por aplicativo; ou então pegar um carro elétrico da marca e pagar apenas pelo tempo que eu dirigir, e isso tudo pelo meu celular:

A grande sacada das três montadoras, exemplificadas aqui, é que, além delas apostarem fortemente na eletrificação dos veículos, estão entrando com tudo no conceito de MaaS. E essa é a tendência/futuro do mercado automotivo.

Existe toda uma nova geração chegando que é ávida pela “experiência” do produto, ao invés de ter “a posse” dele. E elas estão adotando as melhores soluções de mobilidade para os seus consumidores. A adaptação ao novo mercado que vem se desenhando, está acontecendo de forma rápida e certeira! Mas, no final, pensando sempre em como irei vender o meu veículo…

E aí, o que achou? Dúvidas, me manda um e-mail aqui.

Ou me segue lá (onde sou menos perdido) no Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter.

The post Mobilidade como serviço na palma da sua mão appeared first on InfoMoney.

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News