black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

SÃO PAULO – A manhã da quinta-feira (18) começa com os futuros americanos em leve alta, mas com os investidores atentos aos indicadores de inflação, que pressionaram Wall Street na véspera. Já o mercado de commodities registra queda, com baixa de minério e leve queda do petróleo.

Por aqui, na véspera, o Ibovespa fechou no menor nível em um ano também acompanhando os indicadores de inflação, além dos dados mais fracos de atividade econômica, com prenúncio de um 2022 bastante desafiador. Os investidores seguem atentos aos desdobramentos da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos precatórios, com perspectivas de mudanças do texto no Senado que farão com que a proposta volte à Câmara.

Confira os destaques:

1. Bolsas mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros americanos avançam nesta quinta-feira (18).

Na quarta, o Dow Jones perdeu 211 pontos, prejudicado pela perda de 4,7% nos papéis da Visa; o S&P recuou 0,26%; o Nasdaq perdeu 0,33%, apesar do bom desempenho da maioria das gigantes de tecnologia. O Dow está 1,7% de distância de seu recorde; o S&P, a 0,6%; e o Nasdaq, a 0,8%.

Nesta quinta, investidores acompanham a divulgação de resultados de empresas como Macy’s, Alibaba e JD.com, além de dados de pedidos de auxílio emprego nos Estados Unidos.

Ásia

As bolsas asiáticas fecharam a quinta-feira com desempenhos variados entre si. Algumas das principais empresas de tecnologia listadas em Hong Kong tiveram perdas. Os papéis do Alibaba recuaram 5,34%; os da Meituan, 2,46%; os da JD, 3,58%; os da Tencent, 2,4%; e os da Baidu, 7,84%.

Na quarta, a Baidu divulgou resultados acima da expectativa do mercado. Mas a empresa alertou que seus gastos com publicidade haviam sido afetados por uma desaceleração no crescimento econômico da China. A empresa obtém a maior parte de sua receita com propaganda.

Ações de incorporadoras da China, por sua vez, tiveram queda após dados modestos do setor relativos ao mês passado, com consultores apontando que o governo não conseguiu imprimir a confiança do consumidor no segmento. Ainda no radar, os papéis da incorporadora Evergrande caíram 5,7% nesta sessão. A incorporadora imobiliária deve levantar cerca de US$ 273 milhões com a venda de suas ações remanescentes da empresa HengTen Networks, de acordo com um documento divulgado antes da abertura do mercado.

Europa

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, avança 0,8%, com destaque negativo para o setor de petróleo e gás, e positivo para o de viagem e lazer.

Na quarta foram divulgados dados de inflação na Zona do Euro, que indicaram alta de 4,1% em outubro na comparação anual, mais do que o dobro da meta do Banco Central Europeu (BCE).

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI na sigla em inglês) do Reino Unido veio em 4,2% em outubro na comparação anual, a maior marca em quase uma década, em meio a pressões nos custos automotivo e de energia. Há expectativa de que os dados pressionem o Banco da Inglaterra a modificar suas taxas de juros em sua reunião de dezembro.

Também na quarta, o BCE publicou seu relatório bianual sobre estabilidade, e alertou sobre valorações excessivas nos mercados financeiro e de propriedade, em meio à recuperação da economia na região com taxas de juros baixas e fortes estímulos.

Commodities

Os preços do petróleo recuam apesar da divulgação de dados pela Energy Information Administration (EIA) na quarta indicarem grande queda nos estoques. Na véspera, a commodity já tinha caído depois que a Opep e a Agência Internacional de Energia alertaram sobre o iminente excesso de oferta e aumento de casos de Covid-19 na Europa aumentaram os riscos de queda para recuperação da demanda.

Além disso, em seu encontro virtual, Joe Biden e Xi Jinping discutiram utilizar suas reservas estratégicas de petróleo, com intuito de aliviar a pressão nos preços de energia, porém ainda sem nenhuma decisão final.

Os preços do minério de ferro tiveram queda de mais de 5%, com a pressão para a commodity em meio às perspectivas de menor demanda de aço na China.

Veja os principais indicadores às 7h25 (horário de Brasília):

Estados Unidos

Dow Jones Futuro (EUA), +0,15%
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,28%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,48%

Europa

*FTSE 100 (Reino Unido), -0,10%
*Dax (Alemanha), -0,07%
*CAC 40 (França), +0,10%
*FTSE MIB (Itália), -0,05%

Ásia

*Nikkei (Japão), -0,3% (fechado)
*Shanghai SE (China), -0,47% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), -1,29% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,51% (fechado)

Commodities e Bitcoin

*Petróleo WTI, -0,5%, a US$ 79,97 o barril
*Petróleo Brent, -0,19%, a US$ 80,14 o barril
*Bitcoin, -0,01% a US$ 59.289,76 (em relação à cotação de 24 horas atrás)
*Sobre o minério de ferro: **O minério negociado na bolsa de Dalian teve queda de 5,1%, a 511,5 iuanes, o equivalente a US$ 80,13

2. Agenda

Estados Unidos

10h30: Pedidos de seguro-desemprego, com consenso Refinitiv de 260 mil pedidos
Discursos
9h30: Raphael Bostic, membro do Comitê Federal do Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve
11h30: John Williams, do Fomc do Fed
16h: Charles Evans, do Fed de Chicago
17h30: Mary Daly, do Fomc do Fed

Zona do Euro

Pronunciamento
11h30: Philip Lane, do Banco Central Europeu (BCE)

Japão

20h30: Índice de Preços ao Consumidor (IPC) relativo a outubro

3. Covid, vacinação na Europa, possível novo antiviral e máscaras

Na terça-feira (16), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 260, alta de 14% em comparação com o patamar de 14 dias antes, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h. Em apenas um dia, foram registradas 374 mortes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 9.355, o que representa queda de 1% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 12.432 casos.

No total, chegou a 157.336.036 o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 73,76% da população.

A segunda dose ou a vacina de dose única foi aplicada em 126.773.298 pessoas, ou 59,43% da população. A dose de reforço foi aplicada em 12.641.180 pessoas, ou 5,93% da população.

Na quarta, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que a situação da Covid na Alemanha é dramática, e fez um apelo aos céticos que se vacinem e também para que doses de reforço sejam distribuídas mais rapidamente.

No início da quarta-feira, o Instituto Robert Koch informou que o número de novos confirmados aumentou a 52.826 por dia, em meio ao avanço da Covid na Europa.

“Todos que são vacinados se protegem e protegem os outros. E se um número suficiente de pessoas for vacinado, essa é a saída para a pandemia”, disse Merkel.

Segundo a Reuters, Alemanha e Áustria têm algumas das menores taxas de vacinação da Europa ocidental, e são hoje o epicentro da nova onda da pandemia, enquanto o inverno se instaura no continente. Cerca de 65% da população da Áustria está totalmente vacinada, e cerca de 68% da alemã, menos do que a taxa de Itália e Espanha, por exemplo.

O Ministério da Saúde da Alemanha disse que na terça-feira 436 mil pessoas se vacinaram com doses de reforço, o número mais alto em cerca de três meses. Segundo a Reuters, filas vêm se formando pelo país. Na Áustria, a média de vacinas diárias saltou de cerca de 20 mil em outubro para 73 mil ao dia na semana passada, segundo dados oficiais. A maioria eram doses de reforço.

Nos Estados Unidos, a Pfizer anunciou na terça-feira que ingressou junto à Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA na sigla em inglês) com um pedido de autorização para seu comprimido antiviral experimental Paxlovid contra a Covid que, em um estudo clínico, reduziu em 89% o risco de hospitalização ou mortes entre adultos com riscos de doenças graves.

No estado do Rio de Janeiro, a Secretaria Estadual de Saúde decidiu manter a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados, contrapondo-se à iniciativa da prefeitura da capital de descartar a exigência em alguns tipos de estabelecimentos a partir de quarta.

“Apesar da queda sustentável nos indicadores epidemiológicos e assistenciais da Covid-19, os técnicos da vigilância estadual e o grupo de especialistas entendem que a imunidade coletiva ainda não atingiu os patamares necessários para retirada de máscaras em locais fechados”, disse a secretaria em nota.

4. Desoneração da folha, orçamento secreto, inflação e PEC

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou na quarta-feira a proposta que prorroga a desoneração da folha de pagamento das empresas de 17 setores econômicos do país até 2023.

O texto passou na CCJ em caráter terminativo. Assim, se não houver recursos para que ele seja apreciado pelo plenário da Câmara, deve seguir diretamente para apreciação do Senado.

A desoneração da folha se encerraria no final de 2021. Caso a proposta seja aprovada, pode ser prorrogada por mais dois anos. Os setores beneficiados estão entre os que mais empregam no país, como construção civil, indústria têxtil e de calçados, transporte coletivo e empresas de comunicação.

Orçamento secreto

Na quarta-feira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou que vem discutindo com o Supremo Tribunal Federal (STF) formas de manter as emendas de relator no Orçamento. Elas ficaram conhecidas como “orçamento secreto” por conta da falta de publicidade e de critérios preestabelecidos para que o relator as distribua.

Pacheco defendeu que os Poderes dialoguem para resolver o que chamou de “impasse” sobre as emendas de relator, alegando que sua suspensão tem reflexos “substanciais” nos municípios.

O presidente do Senado acenou ainda com uma possibilidade de mudança nas regras dessas emendas por meio de um projeto de resolução do Congresso Nacional que garanta a execução dos recursos e a transparência de sua destinação.
O destino das emendas de relator ganhou atenção em meio à votação da PEC dos Precatórios na Câmara dos Deputados, quando foram usadas como moeda de troca por votos a favor da matéria, de interesse do governo.

Parlamentares e partidos políticos recorreram ao STF, que determinou a suspensão da execução dessas emendas, e determinou que sua liberação obedeça regras mais transparentes.

Segundo reportagem publicada na quarta-feira pelo jornal Valor Econômico, Pacheco se reuniu pela noite com o presidente do STF Luiz Fux, e sugeriu que haja uma “modulação” da decisão da Corte durante a análise dos embargos de declaração. Tratam-se de recursos visando esclarecer contradições ou omissões em decisões judiciais, visando sanar pontos que não ficaram claros ou não foram abordados.

“Eu acredito muito na possibilidade de haver um entendimento em relação a isso, de que providências possam ser tomadas a título de projeto de resolução ou de um ato conjunto das mesas diretoras [do Congresso] para se conferir o cumprimento dessa decisão e eventualmente se discutir no embargo de declaração uma modulação dessa questão do Orçamento”, disse Pacheco ao jornal.

Ele também afirmou que pretende conversar com outros ministros, em especial com Rosa Weber, autora da liminar que suspendeu a execução das emendas.

Inflação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em evento virtual promovido pelo Bradesco BBI na quarta-feira que o problema do Brasil em 2022 não será o crescimento baixo, mas a inflação.

“Vamos ver o que vai acontecer com essas pessoas que estão prevendo zero, ou 1% (de crescimento do PIB em 2002) (…) O problema não será crescimento baixo, o problema será inflação resiliente. A inflação provavelmente será um pouco acima do que vocês estão prevendo, mas o crescimento também será maior do que vocês estão prevendo, então vamos ver. Eu não faço previsões, eu faço piada de previsões, de previsões erradas”, afirmou.

O relatório Focus mais recente indica que analistas do mercado estimam que o PIB crescerá 0,9% em 2022, e que o IPCA terá alta de 4,8%.

Guedes disse acreditar que haverá desaceleração cíclica no país com o ciclo de aperto monetário conduzido pelo Banco Central contra a inflação. Mas ele disse avaliar que a economia deve manter crescimento sustentável com base em investimentos privados.

PEC dos precatórios

O relator da PEC dos Precatórios, Fernando Bezerra, tem se reunido com integrantes do Senado para ouvir suas demandas. A bancada do MDB quer que o Auxílio Brasil passe a ser permanente, “enquanto houver miséria e pobreza nesse país”, segundo o líder Eduardo Braga. Já os senadores Alessandro Vieira, José Aníbal e Oriovisto Guimarães querem que os precatórios de 2022 sejam pagos fora do Teto de Gastos, o fim das emendas de relator e a manutenção do atual cálculo de reajuste do Teto, o que liberaria R$ 64 bilhões apenas para despesas de seguridade social; reajustes de servidores e aumento do fundo eleitoral seriam viabilizados tão somente por cortes de outras despesas.

Mesmo sem acordo, a expectativa é que a matéria caminhe para deliberação em Plenário no dia 30 de novembro. Ao que indica Bezerra, ela deve ter alterações e, desse modo, retornar à Câmara.

5. Radar corporativo

Hypera (HYPE3) 

A Hypera (HYPE3) celebrou um contrato com a Eurofarma para a venda do portfólio de produtos farmacêuticos isentos de prescrição na Colômbia e no México. O valor total da operação será de US$ 51,6 milhões.

A companhia informou que os ativos fizeram parte da negociação recente entre a companhia e a Sanofi e a conclusão da operação está sujeita a condições precedentes.

JBS (JBSS3) 

A JBS (JBSS3) anunciou o investimento de US$ 100 milhões para entrar no mercado de proteína cultivada, que consiste na produção de alimentos a partir de células animais. 

O investimento será dividido em duas frentes, uma operação na Espanha e outra no Brasil. Na Europa, a JBS anunciou a aquisição BioTech Foods por US$ 41 milhões, que inclui a construção de uma nova unidade fabril na Espanha para dar escala à produção.

Ser Educacional (SEER3) 

A Ser Educacional (SEER3) aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 15,893 milhões, correspondentes a R$ 0,123 por ação.

O pagamento será realizado no dia 10 de dezembro.

Unipar (UNIP6) 

A Unipar (UNIP3) anunciou investimentos de R$ 100 milhões para projeto de ampliação da capacidade de produção em unidade de São André (SP).

Mitre (MTRE3) 

A Mitre (MTRE3) assinou memorando de entendimentos com a Lucio Empreendimentos para desenvolver projetos imobiliários em SP, com previsão de valor geral de venda anual de R$ 500 milhões.

PetroRecôncavo (RECV3)

A PetroRecôncavo (RECV3) registrou produção de 12.152 barris de óleo equivalente por dia (boepd) em outubro, retração de 2,3% na comparação com setembro.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

Abril pode ser um período interessante para o follow-on da Eletrobras (ELET3), disse o presidente da elétrica, Rodrigo Limp, em teleconferência com analistas realizada na tarde de ontem (17).

De acordo com Limp, a data limite para a operação de capitalização da estatal é 14 de maio.

(com Estadão Conteúdo)

CDB com 300% do CDI? XP antecipa Black Friday com rentabilidade diferenciada para novos clientes. Clique aqui para investir agora!

The post Índices futuros dos EUA em leve alta, queda do minério e mais assuntos que vão movimentar o mercado hoje appeared first on InfoMoney.

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News