black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Entrar na Bolsa não é somente para quem tem mais tolerância ao risco.
Divulgação
O brasileiro costuma priorizar aplicações de renda fixa. Apesar de o número de investidores quase ter dobrado, apenas 3% da população adulta do país comprou ações no ano passado, conforme levantamento da B3. Há uma percepção de que esse tipo de investimento é arriscado demais, o que amedronta quem tem perfil mais conservador. Ações, no entanto, podem servir a diversos perfis e objetivos.
Um olhar para os investidores norte-americanos, por exemplo, mostra como aplicar em renda variável pode ser algo amplamente disseminado. “Nos Estados Unidos, mais da metade da população adulta tem investimento em ações”, lembra João Luiz Braga, gestor profissional de ações.
Como fazer, então, para investir em ações mesmo com pouca tolerância ao risco? A chave está em dois pontos importantes: a escolha das empresas e o objetivo do investimento.
Para contemplar o primeiro ponto, o investidor deve priorizar ações de empresas bem consolidadas e tradicionais. Uma startup da moda que está no mercado há seis meses, por exemplo, pode ser interessante para quem é mais arrojado. Se você tem perfil conservador, no entanto, melhor investir em quem já tem um histórico de longo prazo.
Prazo, aliás, é a palavra que resume o segundo ponto. Para quem se assusta com o vai e vem do mercado financeiro, aplicar em ações tem de contemplar objetivos de longo prazo. Com o passar do tempo, esses momentos mais turbulentos não têm tanto impacto sobre os resultados de seu investimento.
Onde se informar
Para saber como selecionar as ações que mais se adequam ao seu perfil, o investidor precisa buscar informação. Entender como funciona o mercado é essencial para você atingir seus objetivos.
Para isso, as fontes primárias de informação são importantes. Procure os sites de relação com investidores das empresas em que pretende investir. Busque, também, entender as normas do mercado no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
Por fim, pesquise influenciadores financeiros em redes sociais, sempre com o cuidado de diversificar ao máximo as fontes de informação e evitar o viés de confirmação, ou seja, evite seguir apenas influenciadores que concordam com suas visões sobre o mercado. Assim, você terá um panorama amplo para tomar decisões com mais segurança.
Quer saber mais sobre educação financeira? Então, confira outros conteúdos no nosso especial e aprenda a cuidar ainda melhor do seu bolso.

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News