Alphabet divulgou receita do YouTube por pedido de reguladores


Faturamento foi apresentado pela primeira vez em fevereiro. Plataforma de vídeos somou US$ 15,1 bilhões em receita publicitária em 2019. YouTube divulgou faturamento de US$ 15 bilhões em 2019.
Dado Ruvic/Reuters
A Alphabet, companhia mãe do Google, divulgou o faturamento do YouTube pela primeira vez neste ano, mas, de acordo com documentos apresentados nesta segunda-feira (16), o movimento veio depois que reguladores dos Estados Unidos pediram à empresa que desse mais dados “quantitativos e qualitativos” sobre o negócio.
A vice-presidente de contabilidade da Alphabet, Amie Thuener O’Toole, escreveu à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em 20 de dezembro, afirmando que “divulgaremos separadamente as receitas de publicidade do YouTube”, embora “não tenha havido alterações significativas dos nossos negócios de publicidade”.
Google divulga faturamento publicitário do YouTube pela primeira vez
A decisão veio depois de a divisão de finanças corporativas da SEC (a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) pedir, em outubro, à empresa para revisar seus registros financeiros trimestrais e dar informações mais detalhadas sobre as principais unidades de negócios.
“Observamos que o YouTube e as ferramentas de pesquisa para celular e computador experimentaram diferentes taxas de crescimento e monetização e desfrutam de margens diferentes”, escreveu a SEC.
“Como tal, elas representam subdivisões ou componentes significativos das receitas de propriedades do Google que devem ser discutidas separadamente para permitir que os investidores vejam a empresa pelos olhos da administração”.
A plataforma de vídeos teve faturamento de US$ 4,7 bilhões com a venda de anúncios nos últimos três meses de 2019. No ano todo, o volume de vendas publicitárias foi de US$ 15,1 bilhões — cerca de 9,3% da receita total da empresa, que chegou a US$ 161,8 bilhões no ano passado.
A SEC se recusou a comentar nesta segunda-feira e o Google não comentou o caso de imediato.

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *