black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Taxa começou a ser medida em abril de 2020. Índice ficou em 1,06 nesta semana, maior do que o 0,99 visto na semana passada. A taxa de transmissão do coronavírus no Brasil subiu nesta semana e está em 1,06, segundo o Imperial College de Londres. O dado foi atualizado na segunda-feira (22). Na semana passada, o índice havia ficado em 0,99.
Na prática, isso quer dizer que cada 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 106. Pela margem de erro das estatísticas, essa taxa pode ser maior (de até 1,12) ou menor (de 0,78). Nesses cenários, cada 100 pessoas com o vírus infectariam outras 112 ou 78, respectivamente.
Simbolizado por Rt, o “ritmo de contágio” é um número que traduz o potencial de propagação de uma doença: quando ele é superior a 1, cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança. Quando é menor, ela recua.
Compartilhe essa notícia no WhatsApp
Compartilhe essa notícia no Telegram
Em outubro, o índice havia alcançado seu menor patamar desde abril de 2020, quando o Imperial começou a medição.
Queda nos óbitos
Apesar da alta na taxa, o Brasil tem mantido a tendência de queda no número de casos e óbitos pela Covid. Em outubro, foi registrado o menor número mensal de mortes pela doença desde abril de 2020: 11.060 óbitos.
É provável que essa marca seja repetida em novembro: do dia 1º até segunda-feira (22), foram registradas 4.982 mortes pela doença.
Até agora, cerca de 61% da população brasileira já recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19.
Mesmo assim, especialistas ainda recomendam não deixar de lado as outras medidas de combate ao coronavírus –como o uso de máscaras, o distanciamento físico – principalmente evitando aglomerações –, optar por espaços abertos e bem ventilados e a higiene das mãos.
Vacina e Covid-19: Preciso usar máscara e evitar aglomerações mesmo depois de vacinado?

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News