black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

A morte do ex-juiz ocorreu em Coronel Oviedo, cidade paraguaia que fica no departamento de Caaguazú. Advogado foi morto a tiros
Redes sociais/Reprodução
O ex-juiz paraguaio e presidente da Ordem dos Advogados do Departamento de Caaguazú (PY), Pedro David Galeano, de 36 anos, foi morto a tiros dentro do próprio escritório, em Coronel Oviedo, cidade no Paraguai, nesta quarta-feira (17). Em 2018, Galeano sofreu uma tentativa de homicídio, quando um brasileiro tentou o surpreender, porém o ex-juiz reagiu e matou o suspeito.
O ex-juiz paraguaio Pedro David Galeano, de 36 anos, foi morto a tiros, dentro do próprio escritório, em Coronel Oviedo (PY), nesta quarta-feira (17). A vítima que também era presidente da Ordem dos Advogados do Departamento de Caaguazú, no Paraguai, foi alvo de uma tentativa de homicídio em 2018, porém reagiu e matou a tiros um brasileiro.
LEIA TAMBÉM
Cinco brasileiros são presos com ‘arsenal de guerra’ no Paraguai
Após série de execuções, Paraguai anuncia operação na fronteira com Brasil em parceria com a PF
Vídeo mostra execução de filha de governador paraguaio e estudantes brasileiras em Pedro Juan Caballero
Ambas as informações foram confirmadas ao g1 por uma fonte da Segurança Pública de Ponta Porã (MS), cidade brasileira que fica na fronteira com o Paraguai.
Em relação ao atentado, desta quarta, a polícia paraguaia informou que duas pessoas chegaram em uma motocicleta, invadiram o escritório do ex-juiz, realizaram três disparos, sendo um na cabeça e dois no peito.
Após o atentado, os suspeitos deixaram a moto em frente ao escritório, pegaram uma bicicleta e fugiram.
Crimes no Paraguai
No dia 8 de outubro, o vereador Farid Afif (DEM) foi executado a tiros, enquanto fazia um passeio de bicicleta por Ponta Porã. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o parlamentar foi assassinado. Assista ao vídeo abaixo.
Imagens de câmeras de segurança mostram execução de vereador em Ponta Porã
Somente entre a tarde de 8 de outubro e a manhã de 13 de outubro, sete pessoas foram assassinadas na região em que apenas uma rua divide Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e Pedro Juan Caballero, no departamento de Amambay.
Já no sábado, 9 de outubro, um atentado vitimou quatro pessoas, incluindo Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha de Ronald Acevedo, governador de Amambay, no Paraguai. Veja o vídeo do momento das execuções abaixo.
Novo vídeo mostra execução de filha de governador e mais três no Paraguai
As outras vítimas do atentado ocorrido no dia 9 de outubro são:
Omar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, conhecido como “Bebeto”. Foi atingido por 31 tiros, no sábado.
Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 anos. Natural de Dourados, foi morta com 14 tiros.
Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, morta com 10 tiros.
Veja vídeo abaixo do momento das execuções.
Vídeo mostra execução de quatro pessoas em Pedro Juan Caballero
O policial paraguaio Hugo Ronaldo Acosta, de 32 anos, foi morto a tiros na noite do dia 12 do mesmo mês, na região de fronteira entre Brasil e Paraguai. O crime aconteceu em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha a Ponta Porã.
No dia 13, uma pessoa, ainda não identificada, morreu e duas ficaram feridas em um novo atentado, em Capitán Bado, município vizinho a Coronel Sapucaia, cidade sul-mato-grossense na região de fronteira entre Brasil e Paraguai. Entre os baleados está o vereador do município paraguaio, Ismael Valiente, e um idoso de 84 anos.
No dia 25 de outubro, o ex-jogador de futebol paraguaio Joel Villalba foi morto, aos 45 anos, com tiros à queima-roupa enquanto estava sentado na varanda da própria casa, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que fica na região da fronteira com o Brasil, vizinha a Ponta Porã (MS).
Depois da série de homicídios registrados nos últimos cinco dias na fronteira, o governo paraguaio anunciou um convênio entre Brasil e Paraguai para garantir segurança na região. O anúncio foi feito pelo ministro do interior do Paraguai, Augusto Giuzzio, e confirmado pelo secretário de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp), Antônio Carlos Videira.
Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News