Tailândia usa teto de táxis abandonados para cultivar hortas


Tailândia usa teto de táxis abandonados para cultivar hortas

A pandemia do novo coronavírus trouxe problemas econômicos para
inúmeras nações. Países e pessoas precisaram se reinventar para sobreviver
durante um dos períodos mais difíceis da história contemporânea, não sendo diferente na Tailândia

Essa história de crise que ouvimos tanto no Brasil se
repetiu com os taxistas de Bangkok. Com o baixo movimento nas ruas da capital
do país, cooperativas locais começaram a receber de volta os veículos
que eram alugados por motoristas para fazerem corridas na cidade

Com prestações de financiamento de carros por vencer, uma das
cooperativas de Bangkok decidiu usar o teto dos carros como horta, cultivando
uma pequena fazenda sobre o metal destes veículos

Além de legumes e vegetais, pequenas rãs também são criadas para serem vendidas para restaurantes do país

Se antes os funcionários da garagem de táxis trabalhavam
ajudando motoristas com suas diárias e eventuais amassados nos carros, agora
têm a função de adubar as plantas e cultivar as pequenas mudas

Os turistas, que por anos eram clientes assíduos dos táxis
tailandeses, perderam seus assentos para as pequenas rãs. Elas são criadas dentro
de pneus em um ambiente naturalmente muito húmido, graças ao clima tropical de Bangkok

E se por algum acaso não chover no dia, os recém-formados
cuidadores de rã dão água aos bichinhos para que sobrevivam ao clima quente e
húmido da Tailândia

A ideia dos proprietários da cooperativa é vender os
legumes, vegetais e rãs para retirar alguma renda dos veículos completamente parados e sem uso

De acordo com informações da AFP, a Tailândia reabrirá seus aeroportos
para turistas vacinados em outubro. A expectativa é que os táxis voltem a rodar
como antigamente de maneira gradativa

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News