black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Recursos adicionais para a compra de vacinas não estouram teto de gastos, segundo o governo
Instituto Butantan/Divulgação

O governo federal vai investir R$ 1,4 bilhão em 2021 para a compra de 100 milhões de unidades de vacinas contra a Covid-19. O valor vem de um crédito suplementar ao Orçamento deste ano, aberto por uma portaria da Secretaria do Tesouro do Ministério da Economia. O documento foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União nesta terça-feira (23).

O crédito suplementar aberto não estoura o teto de gastos, segundo o Ministério da Economia. De acordo com a pasta, entre 2020 e 2021, já foram destinados R$ 31 bilhões em créditos adicionais para a compra de vacinas e despesas relacionadas à Covid-19.

Veja também
  • Bolsonaro exalta vacinas, atração de recursos e livre-comércio no G20

    Blog do Nolasco

    Bolsonaro exalta vacinas, atração de recursos e livre-comércio no G20

  • Orçamento de 2022 prevê R$ 3,9 bilhões para vacinas contra covid

    Brasil

    Orçamento de 2022 prevê R$ 3,9 bilhões para vacinas contra covid

  • Vacinas protegem contra só 40% das transmissões devido à Delta

    Saúde

    Vacinas protegem contra só 40% das transmissões devido à Delta

Em 30 de outubro, Jair Bolsonaro disse em reunião do G20 que, apesar de ele não ter se vacinado, o governo estava comprometido com a imunização dos brasileiros. “No Brasil, mais da metade da população nacional já está plenamente imunizada de forma voluntária. Mais de 94% da população adulta já recebeu pelo menos uma dose da vacina”, disse.

Veja o Vacinômetro do R7, que mostra os índices da vacinação no país:

.main-r7mobile .mapa-da-vacinacao {
height: 145vw;
}

 

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News