black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil
Capital ultrapassa 99% do público-alvo adulto vacinado com duas doses ou dose única

Capital ultrapassa 99% do público-alvo adulto vacinado com duas doses ou dose única

Reprodução/Flickr – 16.11.2021

A cidade de São Paulo alcançou 99,2% da população adulta vacinada com as duas doses ou a dose única da vacina contra a Covid-19. Dados divulgados no boletim Vacinômetro do sábado (20) apresentam um total de 10.570.110 pessoas acima dos 18 anos vacinadas com a primeira dose (D1), das quais 9.113.312 concluíram o processo de imunização com a segunda dose (D2).

Leia também
  • Cidade de SP começa semana com aplicação da 3ª dose em adultos

  • SP busca vacinar 345 mil pessoas que estão com a 2ª dose em atraso

  • Festivais de música devem voltar a reunir grande público em São Paulo

Outras 328.125 pessoas receberam a dose única (DU) da vacina da Janssen. Em relação à dose adicional (DA), 1.130.279 doses foram aplicadas no público elegível. No total, o município já contabiliza 21.141.826 doses aplicadas.

Além disso, na cidade de São Paulo, 889.853 adolescentes de 12 a 17 anos, o que corresponde a 105,4% da população estimada para essa faixa etária, já receberam a primeira dose do imunizante. O município alcançou 33,9% dos adolescentes vacinados com a segunda dose, um total de 286.344 doses aplicadas.

Para o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, a cidade de São Paulo conseguiu avançar na aplicação da vacina contra a Covid-19 devido à capacidade técnica e ao compromisso dos profissionais de saúde de oferecer de maneira ágil a vacina a toda a população que aderiu em todas as fases da campanha. “Ultrapassar o marco de 99% da população vacinada com a segunda dose no município é motivo de muita alegria. A administração municipal construiu uma rede de postos de vacinação e diferentes estratégias que serviram de modelo para vários municípios e estados do país, como, por exemplo, os megapostos e drive-thrus, que foram organizados com um padrão de segurança, principalmente, para facilitar o fluxo de atendimento a cargo de equipes fixas. Agora, o desafio é completar 100% dos cidadãos vacinados”, afirmou o secretário.

Megavacinação

A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) reforça a importância da campanha nacional de megavacinação contra a Covid-19, força-tarefa promovida pelo Ministério da Saúde. Na capital, toda a rede de postos de vacinação esteve aberta para a população. 

A ação do Ministério da Saúde se estende até o dia 26 de novembro. No período, os postos de vacinação estarão preparados para intensificar a imunização dos brasileiros. A ideia é incentivar os cerca de 21 milhões de brasileiros que ainda não retornaram para receber a segunda dose ou a dose de reforço a se vacinarem. A cidade de São Paulo aguarda 345.372 pessoas que estão com a segunda dose em atraso. O órgão conta com o compromisso e o entendimento dos imunizados com a primeira dose de buscar nos serviços de saúde a segunda dose e, assim, completar seu esquema vacinal, para proteção pessoal e coletiva.

Veja também
  • São Paulo

    Paulistas dizem estar confiantes para as festas; especialistas alertam

  • Covid: média de mortes diárias fica abaixo de 200 no Brasil

    Saúde

    Covid: média de mortes diárias fica abaixo de 200 no Brasil

  • Proteção da CoronaVac pode ser menor em pessoas com HIV

    Folha Vitória

    Proteção da CoronaVac pode ser menor em pessoas com HIV

A capital paulista participa da campanha com a aplicação da primeira e segunda doses da vacina, além da busca ativa pelos faltosos. Pessoas com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal há pelo menos cinco meses estão aptas a receber a dose adicional, que deve ser feita preferencialmente com o imunizante Pfizer.

Somente no sábado (20), até as 17h30, foram aplicadas 56.093 doses da vacina anti-Covid na capital, das quais 2.260 de primeira dose (D1), 33.285 de segunda dose (D2), 20.547 de doses adicionais (DA) e 1 dose única (DU).

A SMS reforça que, mesmo com o avanço da vacinação e a queda no número de casos, óbitos e internações por Covid-19, é importante que todos os protocolos de biossegurança sejam respeitados, para garantir a saúde e a proteção de todos. É fundamental que as pessoas mantenham o distanciamento social, evitando aglomerações, usem máscara e adotem medidas de higiene pessoal, como lavar frequentemente as mãos e usar álcool em gel.

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News