Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Número de casos de Covid em crianças ‘está em alta’ em Portugal
Massimo Percossi / EFE / EPA / Foto de arquivo

A Direção Geral de Saúde (DGS) recomendou nesta terça-feira (7) a vacinação contra a Covid-19 em Portugal de todas as crianças com idade de 5 a 11 anos, com prioridade para aquelas que tenham comorbidades.

Em comunicado, o órgão informou que os menores receberão a aplicação do imunizante produzido pela Pfizer, que tem autorização da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, pela sigla em inglês).

Veja também
  • CoronaVac: Sinovac planeja versão eficaz contra a Ômicron em 3 meses

    Saúde

    CoronaVac: Sinovac planeja versão eficaz contra a Ômicron em 3 meses

  • OMS não recomenda tratar Covid com plasma convalescente

    Saúde

    OMS não recomenda tratar Covid com plasma convalescente

  • OMS considera que vacinação obrigatória deve ser último recurso

    Saúde

    OMS considera que vacinação obrigatória deve ser último recurso

A DGS não informou a data em que começará o processo de vacinação das crianças, mas garantiu que a comunicação será feita na sexta-feira (10). O órgão explicou que tomou a decisão “com base nos dados disponíveis”, com avaliação dos riscos e benefícios, que se mostram favoráveis à imunização desse grupo etário.

A DGS confirmou que o número de casos de Covid-19 em crianças “está em alta”, com a presença de sintomas leves pela maioria dos menores que passam pela infecção, inclusive aqueles com comorbidades.

De acordo com boletim apresentado nesta terça pela Direção Geral de Saúde, em Portugal 8.599.115 pessoas completaram o esquema de vacinação, e 1.602.356 de habitantes já receberam a dose de reforço.

Leia também
  • Líder antivax na Itália vai se vacinar após internação por Covid

  • Covid: 3,9 milhões de pessoas estão com a 2ª dose atrasada em SP

  • Governo monitora Ômicron, mas auxílios dependem do Congresso

A incidência acumulada no país é de 410 casos para cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Desde o início da pandemia, no território português foram notificados 1.172.420 de positivos para a infecção pelo novo coronavírus e 18.572 mortes por Covid-19.

Atualmente, em Portugal, está vigente o estado de calamidade, nível de alerta que só fica abaixo do estado de emergência e resulta em restrições de acesso a ambientes fechados e recomendação de trabalho não presencial.

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News