black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Portugal tem 486 pessoas hospitalizadas por causa do novo coronavírus
EFE/EPA/MARIO CRUZ – 16.11.2021

Portugal registrou nesta terça-feira (16), pelo décimo dia consecutivo, aumento de pacientes internados com Covid-19, ao alcançar a marca de 486 hospitalizados, a mais alta dos últimos dois meses.

O número consta no boletim apresentado hoje pela DGS (Direção Geral de Saúde) do país. Ainda de acordo com o órgão, o país contabilizou nas últimas 24 horas mais 1.693 casos de infecção pelo novo coronavírus e nove mortes provocadas pela Covid-19.

Os respectivos totais de positivos e vítimas subiram para 1.110.155 e 18.274. Atualmente, de acordo com a DGS, há 80 pacientes internados nas unidades de terapia intensiva dos hospitais de Portugal, o que representa um a mais do que na última segunda-feira (15).

Veja também
  • Índia tem o menor número de casos de Covid-19 em nove meses

    Internacional

    Índia tem o menor número de casos de Covid-19 em nove meses

  • Após 8 meses, Chile reabrirá fronteiras terrestres em dezembro

    Internacional

    Após 8 meses, Chile reabrirá fronteiras terrestres em dezembro

  • Alemanha pode exigir vacina contra a Covid-19 em transporte público

    Internacional

    Alemanha pode exigir vacina contra a Covid-19 em transporte público

A incidência acumulada no país é de 156,6 casos para cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Já o índice de transmissão Rt, que mede o número de pessoas necessárias para infectar outra é de 1,16.

Diante dos indicadores alarmantes das últimas semanas, o governo português convocou uma reunião com especialistas, que acontecerá na próxima sexta-feira (19), para discutir restrições para evitar a propagação do novo coronavírus.

O primeiro-ministro, António Costa, no entanto, descartou nesta terça-feira a possibilidade de decretar novamente estado de emergência no país. “Serão avaliadas as medidas a serem tomadas, em função do risco”, disse Costa.

O premiê, contudo, garantiu que o objetivo do governo é seguir “dificultando o menos possível a vida das pessoas”. A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu na semana passada que todos os cenários estavam “abertos”, enquanto a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, afirmou ontem que não está excluída a obrigatoriedade do trabalho remoto.

Leia também
  • Viena começa a vacinar crianças maiores de 5 anos contra a Covid

  • Israel autoriza vacinar crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid

  • Covid-19 tirou 28 milhões de anos de vida em 31 países, revela estudo

Atualmente, em Portugal, pouco mais de 10 milhões de habitantes completaram o esquema de vacinação contra a Covid-19, o que representa 86% da população. O país, inclusive, já avançou para a aplicação da terceira dose de imunizantes, em pessoas com mais de 65 anos.

De acordo com Costa, 60% das pessoas maiores de 80 anos já foram vacinadas, enquanto 32% da população de 65 a 80 recebeu a dose de reforço.

 

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News