black Friday melhor hoje ofertas e promocoes

Melhor Carteira Bitcoins conta gratis

binance-wallet-bitcoin-brasil

Restaurantes da Grécia fizeram greve e exigiram ajuda do governo para superar pandemia
Dimitris Tosidis/EFE/EPA – 16.11.2021

Pessoas que não se vacinaram contra a Covid-19, a partir desta segunda-feira (22) não podem entrar em restaurantes, cinemas, teatros, museus, academias e prédios públicos na Grécia. Além disso, no país, o certificado de imunização perdeu valor para pessoas com mais de 60 anos que não receberam a dose de reforço no período de sete meses depois da segunda aplicação.

Toda a população que não foi vacinada ou não teve Covid-19 e pode comprovar a presença de anticorpos, com exceção dos menores de 4 a 17 anos, não pode entrar também em instalações esportivas, congressos, entre outros eventos.

A partir de hoje, o teste negativo para a Covid-19 só será aceito para entrada em igrejas, centros educacionais, locais de trabalho, salões de beleza, barbearias, lojas não essenciais e varandas de restaurante ou cafeteria.

Veja também
  • Áustria inicia 4º confinamento para tentar conter a Covid-19

    Internacional

    Áustria inicia 4º confinamento para tentar conter a Covid-19

  • OMS vê risco de mais 500 mil mortes por Covid-19 na Europa

    Internacional

    OMS vê risco de mais 500 mil mortes por Covid-19 na Europa

  • Milhares de australianos protestam contra medidas anti-Covid 

    Internacional

    Milhares de australianos protestam contra medidas anti-Covid 

Os únicos locais em que não há nenhum controle sobre a vacinação são as lojas de produtos alimentícios e supermercados, além de farmácias e transporte público urbano, onde apenas o uso da máscara continua obrigatório.

Segundo o ministro de Governança Digital, Kyriakos Pierrakakis, com o endurecimento das medidas restritivas para não vacinados, houve aumento significativo da procura por imunizantes. Apesar disso, atualmente 61% da população, o que representa 10,7 milhões de habitantes, completou o esquema de vacinação, com duas doses.

Somente 8,3% dos habitantes da Grécia, por sua vez, receberam a terceira aplicação. A presidente da Associação de Médicos dos Hospitais de Atenas e do Pireu, Matina Pagonis, que faz parte do comitê de especialistas que assessora do governo do país, pediu também que haja limitações para não vacinados irem aos supermercados, como apresentação de teste PCR com resultado negativo e uso de máscara dupla.

A Grécia vem registrando nas últimas semanas uma piora na situação epidemiológica, com aumento no número de casos e mortes. No último domingo (21), foram registradas 76 vítimas da Covid-19.

Leia também
  • Covid-19: EUA aprovam 3ª dose de vacina para maiores de 18 anos

  • Uso de imunizante cubano gera polêmica na Venezuela

  • Alemanha limitará vida pública dos não vacinados contra Covid

O ministro da Saúde do país, Thanos Plevris, garantiu, no entanto, que o sistema de saúde local está fortalecido e preparado para cumprir com as expectativas. Além disso, o integrante do governo descartou a possibilidade de tornar obrigatória a vacinação ou decretar um novo confinamento geral, medidas que a Áustria adotou.

Distribuição / Melhor Hoje / Fonte Google News